Dicas

Pensando em seu bem-estar, preparamos algumas dicas que irão ajudar você a se preparar e aproveitar melhor o Turismo Nativo. Fique atento




Vacinas



A vacina contra febre amarela é necessária para turistas que pretendem visitar os seguintes estados: Acre, Amazonas, Amapá, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Consulte seu cartão de vacinas e certifique-se da validade da vacina. Ela tem duração de dez anos.

Em caso de dúvidas, consulte seu medico.

Onde se vacinar



A vacina contra a febre amarela é gratuita e sua aplicação é feita pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O cartão de vacinação serve para as viagens no país, mas para viagens internacionais é necessário o Certificado Internacional de Vacinação. Entretanto, é só apresentar o cartão nacional nos postos da ANVISA para que seja emitido o Certificado Internacional de Saúde.

Voltar

Autorizações



Para acesso à cultura indígena, são necessárias autorizações oficiais. Segundo as leis brasileiras, este acesso depende de solicitação e aprovação de órgãos como a FUNAI – Fundação nacional do Índio. Os calendários devem ser respeitados e a autorização certifica que as datas serão seguidas.



Voltar


Hospedagem e translado



O primeiro fator a considerar, antes mesmo da escolha e reserva do hotel ou pousada é o acesso ao local. Para chegar a determinadas áreas, além de autorizações oficiais, hotel, passagens e traslados é importante a presença de um guia. O Turismo Nativo pode facilitar seu contato com estas pessoas, por isso sugerimos que você envie para nós um email solicitando mais informações.

A localização é realmente um fator importante, mas deve também confirmar se o local satisfaz todas as suas necessidades, oferece todas as refeições e dispõem de telefone e internet para sua comodidade. Lembramos que nem todas as áreas oferecem esse conforto ao turista.

O traslado também é um dos itens mais importantes da sua viagem. Muitos grupos estão distante de qualquer centro comercial. Em muitas localidades aconselhamos o suporte de um guia.

Voltar


O que levar



Listamos abaixo uma série de produtos indispensáveis para que seu passeio possa ser melhor aproveitado.

• Repelente

• Roupas leves

• Protetor solar

• Chapéu

• Sapatos para caminhada na mata

• Roupas de banho

• Máquina fotográfica, filmadora, outros

• Alimentos como barras de cereais para os intervalos entre as refeições

• Roupas de cama e banho

Voltar


Recomendações



Uma das coisas mais importantes é o respeito com relação as diferenças das culturas. Você, turista, possui hábitos e costumes diferentes dos povos da floresta, por isso, o respeito é fundamental. Não compartilhe ou imponha nada aos grupos onde você estiver.

O respeito é fator importante para este processo. Um exemplo disso são as danças e comportamentos durante as cerimônias. A beleza dos rituais e culturas é para ser apreciado e, em hipótese alguma, repetidos.

Fotografias e filmes apenas com autorização expressa das lideranças locais.


Atenção ao calendário



Existem datas específicas para o turismo em cada uma das aldeias. O cronograma montado respeita a rotina dos grupos, algumas com dinâmicas já estabelecidas para apresentar suas cerimônias. Não é possível a visitação em qualquer momento. Tudo deve ser planejado, autorizado e conduzido de forma organizada e responsável. A sugestão de datas, locais e etnias foi feito com base nas atividades e acompanha os festivais, plantações e outras ocasiões da comunidade. Acesse o link sobre as etnias e informe-se sobre o período certo de cada acontecimento, mas lembre-se que nem sempre os festivais acontecem seguindo nosso calendário. Muitas vezes a floração de uma árvore ou fenômeno natural são os indicadores para que ele aconteça.

Em caso de dúvidas, entre em contato conosco.



Voltar